Como é feito o tratamento para mordida cruzada?

Como é feito o tratamento para mordida cruzada?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
mordida cruzada, mordida cruzada infantil, mordida cruzada tratamento, mordida cruzada posterior, mordida cruzada anterior, mordida cruzada o que pode causar, mordida cruzada sintomas, aparelho para mordida cruzada, infantil maloclusão, tipos de maloclusão dentária, má oclusão infantil, Sistema Myobrace®, Odontologia Miofuncional

Atualmente, cerca de 80% a 89% das crianças no Brasil apresentam algum sinal de maloclusão a partir dos 5 anos de idade, como a mordida cruzada. Se não tratados, esses jovens se tornarão adultos com problemas ortodônticos, o que afeta a autoestima e a saúde bucal. 

Por isso, é importante que pais e mães entendam as opções de tratamento para mordida cruzada. Isso também vale para adultos que não trataram essa maloclusão na infância.

Quer entender o que é mordida cruzada, o que pode causar essa maloclusão e quais as opções de tratamento disponíveis? Então siga a leitura do artigo abaixo com atenção!

O que é a mordida cruzada?

A mordida cruzada é um tipo de maloclusão dentária que acontece quando a pessoa fecha a boca e os dentes debaixo (da mandíbula) ficam por cima dos dentes de cima (da maxila).

No entanto, existem dois tipos específicos de mordida cruzada: a anterior e a posterior (ou lateral). As diferenças entre elas, de maneira simplificada, são:

  • A mordida cruzada anterior acontece quando os dentes da parte da frente da mandíbula ficam por cima dos dentes superiores;
  • A mordida cruzada posterior acontece quando os dentes da parte lateral da mandíbula ficam por cima dos dentes superiores.

Mordida cruzada: o que pode causar?

É muito comum ficar curioso para saber o que pode causar mordida cruzada. Será que é um fator genético? As pessoas simplesmente nascem assim? 

Na verdade, pode até ser que para algumas pessoas a mordida cruzada seja uma imposição genética. No entanto, essa não é a realidade da maior parte dos casos. Basta olhar para alguns dados da literatura científica odontológica para entender.

Por exemplo, você sabia que o ser humano é o único mamífero a ter uma taxa de maloclusões acima de 5%? Isso mesmo: dentre todas as 5.000 espécies de mamíferos, somos os únicos com maloclusões em mais de 5% da população — e muito mais, uma vez que de 80% a 89% das crianças apresentam sinais de maloclusões já aos 5 anos.

Além disso, estudos científicos feitos com fósseis de humanos de sociedades pré-industrializadas constataram que o número de pessoas com maloclusões explodiu desde a Revolução Industrial, do final do Século 18 até meados do Século 19.

A principal explicação para essa mudança está nos hábitos adquiridos na sociedade moderna, mais especificamente os de alimentação e respiração.

Os alimentos processados da vida moderna, que são mais moles e fáceis de mastigar, não permitem que a musculatura orofacial trabalhe com a intensidade necessária para adquirir o tônus e a força para estimular o crescimento correto das estruturas ósseas da face.

Atualmente, além de não estimularmos a musculatura orofacial adequadamente pela nossa alimentação, ainda a prejudicamos com um estilo de vida que estimula o surgimento e a manutenção de maus hábitos miofuncionais.

São maus hábitos como a respiração bucal, deglutição atípica e o posicionamento incorreto da língua que afetam o tônus muscular e modificam a força que a musculatura faz sobre as estruturas orofaciais.

Em relação à mordida cruzada, o principal mau hábito a ter atenção é a respiração bucal.

Como a respiração bucal afeta causa a mordida cruzada

Respirar pela boca é um mau hábito miofuncional que pode trazer consequências sérias para a nossa saúde. Pense da seguinte forma: respirar pela boca é tão natural quanto comer pelo nariz. A respiração oral não aquece, umidifica e filtra o ar (como a respiração nasal faz), além de promover mudanças corporais significativas (você pode aprender mais sobre elas em nosso artigo sobre problemas causados pela respiração bucal).

Uma das consequências de respirar pela boca é o aparecimento de maloclusões, sendo a mordida cruzada uma das mais comuns — uma pesquisa feita na China comprovou a relação entre os dois fatores de maneira inequívoca.

O que acontece é o seguinte:

  • Para manter o fluxo respiratório pela via oral, a pessoa precisa manter a boca constantemente aberta;
  • Isso desloca a língua de posição. Em vez de ficar encostada no céu da boca, como é o correto, ela fica mais rebaixada, na parte debaixo da boca;
  • Quando a língua está na posição correta, ela faz uma pressão que contrapõe a força feita pelo músculo bucinador (o músculo da bochecha);
  • No entanto, quando ela está na posição errada, ela não faz essa força e o bucinador exerce uma compressão sobre a maxila (que é onde estão os dentes de cima da boca);
  • Por causa dessa compressão, a maxila não se desenvolve corretamente e fica em um formato de V. É como se você apertasse uma massinha de modelar: a parte apertada fica mais estreita;
  • Com a maxila sem se desenvolver corretamente, os dentes da mandíbula podem crescer a ponto de ficar “por cima” dos dentes de cima, originando a mordida cruzada posterior.

Como é feito o tratamento para mordida cruzada pela Odontologia Miofuncional?

Agora que entendemos o que é a mordida cruzada e o que pode causar essa maloclusão, é hora de vermos qual a melhor solução para esse problema.

Atualmente, a melhor opção de tratamento para mordida cruzada é a Odontologia Miofuncional. Essa filosofia de tratamento é focada na correção de maus hábitos miofuncionais e no estímulo ao desenvolvimento das estruturas orofaciais.

Na prática, a Odontologia Miofuncional prega a correção do mau hábito da respiração pela boca e o posicionamento incorreto da língua para, dessa forma, usar a forma natural dos músculos orofaciais para que as estruturas ósseas do rosto se desenvolvam adequadamente.

No caso da mordida cruzada, isso significa permitir que a língua fique na posição correta e exerça pressão contrária à do músculo bucinador, garantindo que a maxila não ficará comprimida e que vai se expandir até alcançar o seu potencial genético.

A melhor ferramenta para colocar a Odontologia Miofuncional na prática é o Sistema Myobrace®. Composto por aparelhos e exercícios miofuncionais, essa tecnologia australiana existe há 30 anos e é usada diariamente em mais de 100 países, ajudando centenas de milhares de pessoas a corrigir maus hábitos, como a respiração bucal.

Em crianças e adolescentes, o Sistema Myobrace® corrige os maus hábitos miofuncionais e estimula o desenvolvimento correto das estruturas do rosto. Isso previne o aparecimento da mordida cruzada e garante maior saúde bucal, longe das maloclusões.

Já em adultos, com estruturas orofaciais mais rígidas, o Sistema Myobrace® corrige os maus hábitos e ajuda tratamentos ortodônticos mais tradicionais a alcançarem um melhor resultado, com menos chance de recidiva (que é quando o problema volta depois do tratamento).

Recidivas são muito comuns em tratamentos ortodônticos — afinal, se as causas das maloclusões são os maus hábitos miofuncionais e eles não são tratados, é óbvio que eles continuarão a agir e, eventualmente, o problema vai aparecer. É por isso que é vital corrigir a respiração bucal, bem como padrões de deglutição atípica, o mau posicionamento da língua e outros maus hábitos.

Pronto! Agora você sabe o que é mordida cruzada, o que pode causar essa maloclusão e qual a solução mais adequada para tratamento, já pode começar a procurar por um profissional que possa ajudar você.Quer procurar alguém que faça tratamento para mordida cruzada com a Odontologia Miofuncional? Então encontre um Especialista Myobrace® perto de você agora mesmo!

mordida cruzada, mordida cruzada infantil, mordida cruzada tratamento, mordida cruzada posterior, mordida cruzada anterior, mordida cruzada o que pode causar, mordida cruzada sintomas, aparelho para mordida cruzada, infantil maloclusão, tipos de maloclusão dentária, má oclusão infantil, Sistema Myobrace®, Odontologia Miofuncional

Acompanhe nossos canais

Receba os melhores conteúdos

Inscreva-se gratuitamente

Blog

Últimos Conteúdos